Doentes com apneia do sono têm pior memória

Um estudo desenvolvido pela Universidade de Melbourne, na Austrália, revelou que as pessoas com apneia do sono e que nunca receberam tratamento para a doença, têm problemas de memória sobre pormenores específicos das suas vidas.   

A investigação envolveu 44 participantes adultos com apneia do sono, sem tratamento, e 44 participantes saudáveis pertencentes ao grupo de controlo. Avaliou-se em ambos os grupos a capacidade de memória autobiográfica desde a infância, passando pela adolescência e idade adulta.  Os resultados mostraram que os participantes com apneia do sono tinham significativamente mais memórias genéricas ( 52,3%) em comparação com 18,9% dos participantes do grupo de controlo.

O estudo também analisou a memória semântica (factos da sua história pessoal, como os nomes dos professores da escola) e da memória episódica (eventos, como o primeiro dia de aulas dos estudos secundários).

Enquanto as pessoas com apneia do sono tinham a memória semântica diminuída, a sua memória episódica estava preservada. Segundo os investigadores, estes resultados podem estar relacionados com os padrões de sono fragmentados dos doentes com apneia do sono, uma vez que os estudos na área mostram que um bom sono é essencial para a consolidação da memória autobiográfica semântica.

You must be logged in to post a comment