“É um bem que tenho, mal me deito caio a dormir profundamente”

Henrique Galvao

O assalto ao Paquete português Santa Maria, em Janeiro de 1961, por parte de um comando ibérico liderado pelo capitão Henrique Galvão  e pelo comandante galego José Hernández Vazquez (Jorge Soutomaior, nome de guerra) foi, talvez, a acção política mais ousada contra a ditadura salazarista em Portugal e franquista em Espanha.

Os aspectos principais  desta operação são sobejamente conhecidos. Também é do conhecimento de muitos que os dois grupos de operacionais entraram em conflito entre si dentro do próprio barco, baptizado de “Santa Liberdade”, prejudicando a acção do sequestro, que envolveu centenas de passageiros de muitas nacionalidades que embarcaram no Santa Maria em Lisboa com destino às Caraíbas.

Henrique Galvão e José Hernández Vazquez tinham duas personalidades marcantes e em muitos aspectos opostos e chocaram entre si.

O que é menos conhecido é que os dois homens tinham uma relação com o sono completamente diferente, o que manifestaram também durante o sequestro, nos mares do Altântico. Henrique Galvão, apesar da tensão, deitava-se e adormecia logo. José Hernández Vazquez, atormentado com o rumo da operação, tinha dificuldade em dormir.

É o próprio José Hernández Vazquez que o conta no livro “Eu roubei o Santa Maria, relato de uma Aventura Real”, sob o pseudónimo de  Jorge Soutomaior (editora Labirinto da Saudade, 2010)

Sobre um dos momentos mais tensos do sequestro, José Hernández Vazquez escreve: “São cerca de sete da manhã. Estou no quarto de derrota. Nas 24 horas decorridas apenas dormi seis em dois intervalos, mas sinto-me bem”.

Em relação a Henrique Galvão, o comandante galego, com uma ponta de ironia e desdém (mas certamente com inveja do sono tranquilo do capitão, mal grado as circunstâncias”, diz no seu livro:

“Ágil, barbeado e fresco, sorridente, surge Galvão. Saúda-me e diz-me que dormiu muito bem a noite toda. Sente-se eufórico, talvez a pensar na recepção que será feita pelo Almirante Dennison (as forças navais dos EUA ladearam o barco num determinado momento). Manifesto-lhe admiração pela facilidade com que dorme. Sim, responde-me. É um bem que tenho. Mal me deito caio a dormir profundamente”

 

Comments are closed.