“Eu podia dormir mais onze horas”

O escritor brasileiro Rubem Fonseca, descreve-nos uma personagem do seu livro “A Grande Arte”, como devoto ao sono. “A coisa de que eu mais gosto é dormir”, disse Val. “Sabe quantas  horas eu dormi de ontem para hoje? Onze. Eu podia dormir mais onze, mas prometi a Lili que faria o almoço para você. Vai ser uma moqueca de peixe, invenção minha”.

In Rubem Fonseca, A Grande Arte, Campo das Letras , Porto, 2007