“A hora de verão prejudica a fertilização in vitro”

Dia 25 de Março 2018 os relógios adiantam uma hora para  o horário de verão . Poderá ser a  última mudança para a hora de verão face à moção que o Parlamento Europeu aprovou este ano para que a Comissão Europeia não mude para a hora de verão no último domingo de Março, como hoje acontece.

No sábado passado, 17 de Março de 2018, Teresa Paiva deu uma pequena entrevista ao jornal “Correio da Manhã” sobre a alteração da hora.

“Há uma redução do tempo de sono e, por isso, a probabilidade de haver problemas com a privação do sono é muito grande”.

E há outras consequências.

“Quando a fertilização in vitro é feita perto da hora da alteração para o horário de verão a possibilidade de insucesso é maior porque as mães têm uma privação de sono. Ou seja a alteração da hora influencia a fertilização. Há também risco de acidentes de viação”, diz a neurologista e especialista em medicina do sono.

Teresa Paiva também já abordou no iSleep a polémica da mudança da hora.

“Estamos de acordo em não mudar a hora. A mudança para a hora de verão assemelha-se a pequenos jet lag, como ir de Lisboa para Paris, traduzindo uma privação de sono de uma hora”.

“Há resultados, ainda que contraditórios, em relação à maior prevalência de acidentes de viação nos dias seguintes à mudança da hora de Verão. Também de enfartes de miocárdio”, acrescentou.

“Aumenta também o cyberloafing, o ‘vadiar’ pela internet, provavelmente em  consequência da privação de sono”, concluiu Teresa Paiva.

“Os riscos para a saúde são portanto maiores. A não ser que seja extremamente necessário do ponto de vista económico, a hora não deve ser alterada”, concluiu a especialista em medicina do sono”.

A mudança da hora deve-se a uma directiva da União Europeia que determina que os países membros devem entrar na hora de inverno no último domingo de Outubro e adoptar a hora de verão no último domingo de Março, independentemente do fuso horário em que se encontrem, e teve como objectivo inicial a poupança de energia.

 

 

You must be logged in to post a comment