“Já não suportava o travesseiro por mais tempo”

Thomas Mann descreve o sono do maestro Gustav Aschenbach, a personagem principal de “Morte em Veneza”: “o seu sono era agitado: os dias, iguais, sem valor, eram separados uns dos outros pelas rápidas noites cheias de uma feliz inquietação. Ele ia, na verdade, cedo para a cama, porque às nove horas, com a saída de cena de Tadzio, o dia acabava para si. Mas na indolência cinzenta da madrugada era inundado por uma angústia suave como se o seu coração assustado pela sua aventura; já não suportava o travesseiro por mais tempo, erguia-se, protegia-se contra o frio matutino e sentava-se junto da janela à espera do nascer do Sol. O respeito por esse milagre enchia a sua alma há pouco saída do sono”.

Os Melhores Contos de Thomas Mann, Editora Arcádia

You must be logged in to post a comment