Maria Leitão ganha Prémio de Literatura

Maria Leitão, 34 anos, licenciada em Letras, recebeu a 20 de novembro de 2019, em Lisboa, o 6º Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce, na categoria de Texto, com o livro “O Protesto do Lobo Mau”. Na parte de Ilustração o Prémio, anunciado em maio de 2019, foi atribuído a Pedro Velho. Cada autor recebeu 25.000 euros.   

A obra é uma adaptação contemporânea da célebre história do “Capuchinho Vermelho”, escrita pelo francês Charles Perrault  em 1697, constituindo a primeira edição impressa de sempre. Os irmãos Grimm readaptaram a história em 1812.

O livro de Maria Leitão cria situações imprevistas e surpreendentes ao Lobo Mau. Não se lembra do caminho para casa da Avózinha, é manso quando antes era feroz, um urso faz-se passar pelo Capuchinho Vermelho… E no fim, ainda vai fazer uma grande descoberta.

“Tantas vezes o meu filho me pediu que lhe contasse a história do Capuchinho e do Lobo Mau, que, para continuar a contá-la, foi preciso reinventar. Assim, nasceu um lobo perdido na sua própria história, mas com o potencial (e vontade) de a fazer sua”, afirma Maria Leitão.

O livro  “aborda de forma original e provocadora uma personagem clássica, interpelando o leitor de modo divertido sobre o facto de estarmos sempre a tempo de recriar a nossa própria história”, sustentou o júri que atribuiu o prémio, constituído por Laurinda Alves, Leonor Riscado, Mário Cordeiro, Rosário Alçada Araújo e Sara Miranda.

“Valorizámos particularmente o papel atribuído ao Outro na construção da identidade individual e a mensagem de que cada um pode — e deve — ser senhor do seu destino”, referiu ainda o júri.

O livro “O Protesto do Lobo Mau” está disponível em todas as lojas Pingo Doce, pelo preço de 3,99 euros.

You must be logged in to post a comment