Como Mário Soares adormeceu mesmo ao receber um ministro árabe

Havia várias versões da “soneca” de Mário Soares quando recebeu um ministro  de um país árabe em audiência no Palácio de Belém quando era Presidente da República.  Agora o embaixador Alfredo Duarte Costa, antigo assessor para as Relações Internacionais de Mário Soares ,  explica os pormenores no livro que recentemente lançou “Encontros que a memória guarda” , editado pela Caminho. O iSleep regista a história:

“Mário Soares tinha por hábito reservar após os almoços algum tempo para descansar. Assim acontecia quando era Presidente da República, o que nos levava a nunca agendar uma audiência ou uma reunião para antes das quatro da tarde. No entanto, um dia, devido ao reduzido número de horas que o ministro dos Negócios Estrangeiros de um país árabe permaneceria em Lisboa e às dificuldades da agenda do Presidente, fomos obrigados a marcar a audiência para as quinze horas. Antes do seu início apercebi-me que o Presidente estava cansado e algo contrariado por ter de receber o referido ministro. Este estava acompanhado pelo embaixador do seu país em Lisboa e, após as saudações habituais, iniciou um longo monólogo durante  o qual elogiou as virtudes do regime vigente no seu país, por sinal pouco recomendável, referiu o desenvolvimento alcançado e os progressos verificados em todos os domínios , que se deviam, segundo afirmou, aos méritos excepcionais do seu Presidente. Quando Mário Soares percebeu que o ministro estava embalado e que não se calaria tão depressa, fechou os olhos e… adormeceu. Preocupado com a situação, procurei, aliás sem grande êxito, encontrar maneira de interromper aquele solilóquio. Subitamente, Mário Soares abriu os olhos para me perguntar: “Quando é que ele se cala?” Apesar do visitante não compreender português, estou certo de que pela expressão de enfado do Presidente, se apercebeu de que a sua conversa não estava a ser seguida com  demasiado interesse”.

in Alfredo Duarte Costa, Encontros que a memória guarda, Editorial Caminho, Lisboa 2017

You must be logged in to post a comment