Mega-estudo sobre as perturbações do sono e a Doença de Parkinson

Investigadores do Centro da Doença de Parkinson, integrado no Departamento de Neurociências Clínicas e no Departamento de Fisiologia, Anatomia e Genética, ambos da Universidade de Oxford, no Reino Unido, iniciaram esta semana um estudo que se prolongará por cinco anos e envolverá centenas de participantes para analisar a relação entre o Transtorno do Comportamento do Sono e a Doença de Parkinson.

Muitas pessoas com a Doença de Parkinson também sofrem de Transtorno do Comportamento do Sono. A Doença de Parkinson é um distúrbio do sistema nervoso que causa tremores, rigidez e lentificação de movimentos. Já o Transtorno do Comportamento do Sono  é uma perturbação do sono em que os mecanismos que normalmente desligam o movimento durante o sono está afectado, fazendo com que as pessoas se agitem ou gritem enquanto dormem. Uma pessoa que desenvolve Doença de Parkinson pode ter Transtorno do Comportamento do Sono  anos antes de os sintomas da Doença de Parkinson se manifestarem.

A líder da investigação Michele Hu, neurologista do Hospital John Radcliffe e professora na Universidade de Oxford, referiu ao site desta Universidade que o seu principal objectivo “é identificar os doentes com Transtorno do Comportamento do Sono que têm maior risco de desenvolver a Doença de Parkinson antes dos sintomas se manifestarem, o que nos permitirá iniciar um tratamento para retardar a doença ou até para a prevenir”. O segundo objectivo de Michele Hu “é perceber o impacto da Doença de Parkinson na qualidade do sono e se as  pessoas com esta doença neurológica podem beneficiar de tratamento para ajudar na melhoria do sono”.

You must be logged in to post a comment