Mulher que dorme

Obra do pintor impressionista franco-dinamarquês Camille Pissarro, executada em 1870,  uma das poucas obras do artista que sobreviveu à guerra franco-prussiana de 1870-1871. Neste conflito, o pintor perderia cerca de 1500 obras, vandalizadas por soldados. Em “Mulher que dorme”, Pissarro parece representar uma camponesa num cenário de paisagem rural, a exemplo de muitas outras obras que assinou com temas campestres. Camille Pissarro (1830-1903) é filho de um português criptojudeu de Bragança que emigrou para Bordéus no final do século XVIII, perseguido pela Inquisição.