“Na fase de aceitação comecei a dormir melhor”

Kátia Guerreiro, fadista, fala ao iSleep sobre o seu sono durante o confinamento da Pandemia Covid 19.

“Na fase inicial foi difícil, dormi pouco, acordava muito durante a noite, tive muitos sonhos e pesadelos”.  

“Depois entrei numa fase de aceitação em que comecei a dormir melhor”.

“Mas ainda há tenho noites em que durmo mal, preocupada com situações familiares, ou tenho muitos sonhos e pesadelos”.

O mundo da cultura e dos espectáculos foi muito afectado por causa da Pandemia Covid 19. Como vê o futuro?  

“Foi bastante complicado, muitos  concertos foram cancelados.  Só saiu dinheiro e não entrou. Hoje, com o desconfinamento, alguns concertos realizam-se mas estão mais barato. Acho que a situação só vai ficar normalizada daqui a dois anos”.