Gente ao sol

Obra do pintor norte-americano, Edward Hooper, crítica ao turismo de massas em que se olham as coisas, quase sempre através da câmara do telemóvel, e não se veem verdadeiramente. Tem a virtude de mostrar pessoas a apanhar sol, tão necessário para regular o ritmo circadiano (apanhando sol de manhã), melhorar os índices de vitamina D e dormir melhor. O quadro, executado em 1963,  faz parte do acervo do Museu de Arte Americana Smithsonian, em Washington DC.