Poluição do ar prejudica o sono, diz estudo

Um estudo da Universidade de Washington, apresentado no mês de Maio de 2017 na conferência anual da Sociedade Toráxica Americana, revelou que os participantes na investigação mais expostos a uma atmosfera poluída, originada pelos motores dos automóveis e pela laboração de fábricas, têm uma menor eficiência do sono, ou sejam dormem menos durante as horas em que estão deitados.

A investigação envolveu 1863 participantes residentes em seis cidades dos EUA a quem foram colocados actígrafos no pulso para registar o seu sono.  O estudo teve um âmbito temporal de cinco anos. Os níveis de poluição no ar também foram medidos.

Os participantes mais expostos à poluição atmosférica ao longo dos cinco anos foram mais propensos a pertencerem ao segmento com menor eficiência do sono, com 88% ou menos eficiência do sono.   Altos níveis de dióxido de nitrogénio  aumentaram as hipóteses de ter uma baixa eficiência de sono em quase 60%, enquanto os altos níveis de PM2.5s (partículas suspensas no ar)  aumentaram as mesmas possibilidades em quase 50 por cento.

You must be logged in to post a comment