Sabia que …

O coçar é dos poucos movimentos involuntários que persistem durante o sono. A coceira nocturna por comichão pode acontecer nas crianças em relação com diversas situações: sarna, urticária, dermatite atópica, picadas de insectos, eczema por molusco contagioso e urticária popular. Nos adultos, há a referir a possibilidade de carcinoma cutâneo de células T. É essencial um diagnóstico etiológico preciso, feito por dermatologistas, porque cada uma destas situações tem um tratamento específico.

Nas situações com evolução crónica e tratamento pouco eficaz, as repercussões negativas sobre o sono e a qualidade de vida dos doentes e familiares são importantes e têm sido demonstrados em estudos americanos, europeus e asiáticos.

Felizmente, mesmo para a dermite atópica há, hoje em dia, tratamentos recentes de muito maior eficácia. O tratamento das perturbações do sono depende da gravidade do quadro clínico e da idade da criança.

 

Comments are closed.