Sabia que …

sono mendolus shank

No sono lento ou profundo a activação parassimpática é dominante, com diminuição da sudação e perda das respostas psicogalvânicas. Verifica-se também diminuição da frequência cardíaca média, da pressão arterial e do débito cardíaco. A temperatura central decresce ligeiramente mas os mecanismos termorreguladores funcionam de forma semelhante à da vigília. O consumo de oxigénio cerebral diminui. O tonús muscular é menor que em vigília, havendo contracção tónica do orbicular das pálpebras. A actividade cognitiva persiste neste período, embora os sonhos sejam facilmente esquecidos. O conteúdo onírico é mais de tipo lógico e incide sobre aspectos quotidianos, particularmente nos primeiros ciclos de sono.