O sono e os desafios da Mulher nos dias de hoje

Teresa Paiva, neurologista e especialista em medicina do sono, escreve um artigo para assinalar o Dia Internacional da Mulher, que se celebra a 8 de Março.

“Hoje em dia a mulher tem de desenvolver vários papéis, sendo ao mesmo tempo:
Trabalhadora/Profissional, Doméstica, Mãe, Esposa e Mulher. Cinquenta anos atrás não era assim
Isto é particularmente difícil de harmonizar e é impossível ser perfeita em tudo, porque:

1) No trabalho, quer se trate duma mulher assalariada, duma trabalhadora por turnos, duma
professora, duma empresária, duma profissional da moda ou da TV, duma financeira,
duma profissional liberal, duma CEO duma multinacional etc., etc., as exigências são
enormes, tanto em termos do trabalho efetivo que é feito, com toda a parafernália de
prazos, objectivos, controlos, burocracias, exigências e interrupções, como em termos da
duração desse mesmo tempo de trabalho. Assim a mulher vai chegar a casa exausta.

2) Apesar do trabalho doméstico estar atualmente facilitado há sempre muito trabalho a
fazer, e muitas mulheres não reduzem o nível de exigência nem a quantidade de trabalho,
que muitas vezes consideram normal. Mas o trabalho doméstico deve ser somado ao
trabalho normal e se alguém trabalha 10 horas por dia fora de casa e acrescenta mais 2 ou
3 horas de trabalho doméstico tem um total de 60 ou 65 horas de trabalho em 5 dias da semana, fora o fim de semana, que muitas mulheres usam para fazer as tarefas mais pesadas. No final vai haver um grande cansaço.

3) A Mãe hoje em dia é carregada de culpas e obrigações: tem de dar de mamar até tarde,
mesmo quando já está a trabalhar e muito cansada, tem de levar os filhos a muitas
atividades mesmo quando isso a cansa a ela e aos filhos, tem culpa por eles serem isto ou
aquilo, tem de lhes dar aquilo que não teve, tem de lhes proporcionar os mesmos
brinquedos ou diversões que todas as crianças têm, tem de os por na melhor escola que
há, etc. etc. A mãe que já está cansada, fica certamente triste, carregadinha de culpa.

4) A mulher Esposa tem de andar impecável, ser elegante, estar bem arranjada e fazer tudo
para agradar ao marido.

5) A Mulher enquanto Pessoa e senhora do seu sentir e dos seus sentimentos fica muitas
vezes esquecida, e assim vem a baixa auto-estima, etc. .

E com isto tudo vem a tristeza, a depressão, a ansiedade a impossibilidade de dormir porque
andou todo o santo dia, e durante muitos e muitos dias, numa enorme azáfama, carregada de
trabalho, culpas, obrigações, objectivos não cumpridos, discussões e desânimos.

You must be logged in to post a comment