Sono profundo consolida informações essenciais

Um estudo da Universidade de Cambridge analisou os mecanismos ligados à manutenção da memória durante a fase de sono profundo, sugerindo que quando dormimos as conexões neuronais que codificam informações importantes são reforçadas e  as que recolhem informações irrelevantes são esquecidas, de modo a por um lado não sobreexcitar o cérebro com material supérfluo e por outro a consolidar as memórias mais importantes.

Na investigação, publicada na revista Neuron, os investigadores estimularam as conexões neuronais de ratinhos submetidos a um tipo de anestesia que obtém um estado cerebral semelhante à fase de sono profundo nos seres humanos. Os resultados mostraram que durante o sono profundo as conexões neuronais que recolhem informações importantes são reforçadas e  as que recolhem informações irrelevantes são esquecidas.

O próximo objectivo dos investigadores é estudar a fase do sono REM, durante a qual os sonhos ocorrem, e os seus efeitos na codificação de memórias.

You must be logged in to post a comment