Tabaco “corta” 42 minutos no sono

Um estudo liderado pela Florida Atlantic University, nos EUA, conclui que a nicotina é uma substância que consumida pelo  menos quatro horas antes de deitar provoca sono fragmentado, o que faz com que este seja menos reparador e que a pessoa acorde cansada.      

A investigação, publicada na revista Sleep, da Academia de Oxford, envolveu 785 participantes afro-americanos durante 5164 dias (14 anos) que usaram actígrafos e fizeram diários do sono, instrumentos onde ficou registada a quantidade de nicotina, cafeína e álcool consumidas por cada um quatro horas antes de deitar.

A nicotina foi a substância mais fortemente associada à interrupção do sono dos participantes. Fumar foi associado a uma redução média de 42,47 minutos na duração do sono. O álcool veio a seguir, com cerca de metade deste valor.

Os investigadores não encontraram relação entre o consumo de cafeína quatro horas antes de dormir e o sono fragmentado. Alertam, porém, que não mediram as quantidades de cafeína consumida e as variações na tolerância dos participantes à mesma, o que  pode ter um papel importante na associação entre o uso de cafeína e o sono.

You must be logged in to post a comment