Sete em dez crianças e jovens têm aparelhos multimédia no quarto

Ipad

Um estudo da investigadora Olinda Oliveira da Universidade do Minho conclui que entre os fatores externos que mais retardam a hora de deitar está a existência de aparelhos multimédia no quarto. Numa investigação que envolveu 502 sujeitos, entre os 9 e os 17 anos, do 2º e 3º ciclo do ensino básico, mais de sete em cada dez inquiridos afirmaram ter televisão no quarto, seguido do computador, aparelho de música e internet.

Quanto ao número de horas de sono por noite a investigação constatou que, durante a semana, a maioria dos sujeitos afirma dormir entre 7 a 9 horas (72,1%). Ao fim de semana, a maioria considera que dorme mais de 9 horas (46,2%). Os sujeitos que dizem que dormem entre 7 a 9 horas por noite representam 43,8%.

Olinda Oliveira cruzou estes dados com a variável independente ano de escolaridade, concluindo que à medida que avançamos nos anos de escolaridade, vai diminuindo gradualmente o número de sujeitos que dormem mais de 9 horas por noite.

 

 

 

Partilhar: