A fadiga dos pilotos de aviação

Um estudo sobre os horários de voo de pilotos e co-pilotos de uma companhia brasileira, realizado em 2008, constatou que a fadiga, o sono, o cansaço e o stress são factores que influenciam directamente a ocorrência de factores de erro humano e prejudicam a tomada de decisão.

Os resultados da investigação, da autoria de Mello e colaboradores, mostraram que o risco de erros dos pilotos e co-pilotos, aumenta 50 por cento no início da manhã, havendo maiores problemas de fadiga e atenção neste período.