Ana Paiva Nunes recebe prémio internacional

Ana Paiva Nunes, directora da Unidade de AVC do Hospital de São José, em Lisboa, liderou uma equipa constituída por esta unidade e pela unidade de Neurorradiologia do mesmo hospital, que recebeu esta semana, na Suécia, o primeiro prémio de um Registo Internacional de tratamentos em AVC na terapêutica de reperfusão. Conjuntamente, o Hospital de São José, integrado no Centro Hospitalar de Lisboa Central, foi distinguido como o centro com o maior registo de doentes nesta área e com melhor qualidade de dados.

O prémio foi atribuído pelo SITS, Safe Implementation of Treatments in Stroke, um sistema de registo independente, baseado no Instituto Karolinska, na Suécia, que tem como principal objetivo desenvolver uma implementação segura do tratamento do AVC na prática clínica, tendo em vista a redução da sua carga global e a melhoria dos resultados.

Ana Paiva Nunes, em declarações ao iSleep,  salientou  que a equipa que liderou “começou a fazer o registo de todos os doentes submetidos a trombectomia”, que consiste na remoção do vaso ou do trombo, uma intervenção geralmente recomendada para coágulos grandes.

“O registo dos doentes é a única forma de sabermos  quantos doentes com AVC foram submetidos a trombólise ou a trombectomia, permitindo avaliar e comparar o trabalho realizado no Hospital de São José com outros centros. Este registo é ainda mais importante na medida em que Portugal não tem a obrigatoriedade de um registo nacional”, acrescentou.

Partilhar: