“Que noite a de ontem”

O poeta e escritor José Gomes Ferreira descreve várias insónias no seu diário, de forma crua ou irónica:  “Que noite a de ontem! Como um chicote embainhado nos nervos que me acordaram com uma correia trémula sempre que, derretido de … Ler Mais

“Uma noite sem dormir”

O poeta e escritor José Gomes Ferreira descreve várias insónias no seu diário, de forma crua ou irónica: “Uma noite terrível sem dormir-enervadíssimo. Porquê? A pensar” 30 de setembro de 1969 “Noite de insónia? (Dormi como um porco)” 7 de … Ler Mais

O sono de Agostinho da Silva

Agostinho da Silva escreveu duas quadras sobre o sono, integradas no livro “Quadras Inéditas”    “Como durmo sossegado Sabendo que por mim vela Uma coisa que sonhando Vivo me tem dentro dela” (…) “Não sei que fado me prende E … Ler Mais