O sonho, Moe e Moea

É um dos quadros menos conhecidos do pintor impressionista francês Paul Gauguin (1848-1903). O titulo original, Le Revê Moe Moea, utiliza duas línguas, o francês e o maori.  Executado em 1892, durante a estadia do pintor no Taiti, retrata, segundo … Ler Mais

O sonho do Diácono Justiniano

Retábulo de madeira da autoria do pintor renascentista italiano Fra Angelico (1395-1455) que faz parte de um painel maior dedicado aos santos Cosme e Damião, irmãos gémeos que terão praticado a medicina no século III. A obra, executada entre 1439 … Ler Mais

A insónia de Scott Fitzgerald

O escritor norte-americano F. Scott Fitzgerald, conta no seu caderno de memórias várias insónias que teve. “Da meia-noite às duas e meia, reina a paz no quarto. A seguir, desperto de súbito, incomodado por uma dor ou qualquer coisa que … Ler Mais

O sono, de Auguste Rodin

É considerada  uma das peças mais originais do escultor francês Auguste Rodin (1814-1917). O artista usou um busto feminino de terracota como  ponto de partida e recriou-o com gesso, argila, pasta de papel, cera e pregos . O cabelo está … Ler Mais

“Goza o orvalho doce e grave do sono”

William Shakespeare, na sua peça de teatro “Júlio César”, coloca Brutus a falar do sono “doce e grave” de Lúcio, seu enteado, filho da sua mulher Pórcia. Um sono do jovem, sem preocupações e inquietude, sem “fantasmas”, certamente muito diferente … Ler Mais

Armida encontra Rinaldo a dormir

Obra de Giovanni Battista Tiepolo (1742-1745) sobre o amor malfadado de  Armida e Rinaldo, imortalizado no poema épico Jerusalém libertada de Torquato Tasso.  Constitui a primeira cena narrativa, quando a bela Armida vê o jovem cavaleiro Rinaldo a dormir e enamorado dele … Ler Mais

Jesus dormindo durante a tempestade

Esta obra do pintor francês James Tissot (1836-1902) retrata o episódio da Bíblia em que Jesus Cristo é acordado pelos apóstolos para acalmar uma tempestade no Mar da Galileia, conhecido pelas suas fortes e súbitas intempéries: “De repente abateu-se uma … Ler Mais