Ciclo lunar influi no sono indepentemente da luz artificial

O sono começa mais tarde e é mais curto nas noites antes da lua cheia, quando o luar ilumina a primeira metade da noite. Na lua nova é o contrário. Estas são as conclusões de um estudo desenvolvido pela Universidade de Washington, publicado recentemente na revista Science Advances.
Os investigadores colocaram actígrafos em 98 participantes de três comunidades rurais na Argentina durante dois meses. Uma comunidade rural não tinha acesso à eletricidade, outra tinha acesso limitado à eletricidade, a última comunidade rural estava localizada num ambiente urbano e tinha acesso à eletricidade.
Os participantes das três comunidades revelaram o mesmo padrão de variação do sono à medida que a lua progredia no seu ciclo de 29,5 dias. A hora de dormir variou entre 30 e 80 minutos e a duração do sono entre 20 e 90 minutos.
Em todas as comunidades, um número significativo de participantes dormiu menos horas e ficou acordado até mais tarde no período de três a cinco dias antes das noites de lua cheia. Inversamente, um número significativo de participantes dormiu mais horas e deitou-se mais cedo nas noites que antecederam a lua nova.
Os investigadores compararam estes resultados com um novo estudo que efectuaram, com a mesma metodologia e material, em 464 estudantes de Seattle que estudavam na Universidade de Washington e viviam em ambientes urbanos, expostos a luz artificial. Encontraram então as mesmas variações nos padrões de sono.
“Estes resultados sugerem que o sono humano está sincronizado com as fases lunares, independentemente da origem étnica e sociocultural e do nível de urbanização”, referiu à Science Advances, Horacio de la Iglesia, que liderou a investigação.

Partilhar: