“Gosto imenso de dormir a sesta, é um hábito antigo que o meu pai me deu”

sono r deangelo

Uma visitante do iSleep fala no Barómetro sobre o seu sono, que nunca voltou a ser o que era após  o nascimento das suas filhas:  “Sempre tive um sono reparador, com cerca de sete a oito horas. Depois do nascimento das minhas filhas fiquei com o sono mais leve, acordava mais frequentemente durante a noite, coisa que nunca me aconteceu antes de elas nascerem. Agora já não tenho preocupações pois já são adultas mas a qualidade do sono nunca voltou ao que era. Há noites em que durmo bem, de seguida ou com alguma interrupção sem consequências. Há muitas noites em que acordo a pensar no dia-a-dia e depois tenho dificuldade em voltar a adormecer rapidamente. Para compensar, nesses dias costumo dormir a sesta e fico bem. Gosto imenso de dormir a sesta, é um hábito antigo que o meu pai me deu.”

Partilhar: