“É essencial ter um limite de horas no teletrabalho”

Teresa Paiva foi entrevistada pela televisão Euronews no Dia Mundial do Sono, a 19 de março de 2021.

A neurologista e especialista em medicina do sono falou sobre os efeitos positivos e negativos do teletrabalho.

“O teletrabalho tem vantagens, evita, por exemplo, as filas de trânsito, que são um factor de enorme stress”, disse Teresa Paiva..

“Mas tem também efeitos muito negativos se não se delimitar o teletrabalho das tarefas domésticas”, acrescentou.

Não se deve trabalhar muitas horas, como no trabalho presencial, estender horários pela noite dentro. Há que fazer interrupções periódicas e os chefes não podem telefonar a qualquer hora”.

“Nas minhas consultas, os problemas maiores que aparecem têm a ver com as interrupções constantes no trabalho, o multitasking, o excesso de trabalho. Gasta-se muito mais energia cerebral e há risco de erros”

“É essencial ter um limite de horas no teletrabalho, como acontece com o trabalho presencial”, adiantou a especialista em medicina do sono.

 

 

Partilhar: