Imperador Cláudio: “acordava quase sempre antes da meia-noite”

O imperador Cláudio (10 a. C- 54 d. C.) dormitava inúmeras vezes durante o dia e parece que não dormia à noite. Quem conta é Suetónio, escritor e historiador romano do século I a.C.

“Dormia muito pouco, e acordava quase sempre antes da meia-noite. Por isso dormitava inúmeras vezes durante o dia, mesmo no seu tribunal, onde os advogados tinham de elevar a voz para tentar acordá-lo”.

Os problemas de sono do imperador Cláudio não  terão sido alheios aos seus excessos alimentares, também descritos por Suetónio:  “em qualquer altura ou lugar, estava sempre pronto para comer e beber (…) Abandonava quase sempre as refeições inchado de comida e bebida e depois deitava-se de costas, de boca aberta, enquanto lhe colocavam uma pena na garganta para lhe aliviar o estômago.”

 

Suetónio, As Vidas dos Doze Césares, Vol. II, Edições Sílabo

Partilhar: