Iranianos deixaram Ronaldo com privação de sono

Dezenas de adeptos iranianos  munidos de vuvuzelas fizeram um barulho ensurdecedor à frente do hotel da cidade russa de Saransk onde descansava a selecção nacional, na noite de domingo, véspera do jogo decisivo com o Irão.

Cristiano Ronaldo chegou a ir à janela do quarto, perto das 23 horas, gritar aos adeptos para o deixarem dormir. Segundo algumas fontes, os adeptos calaram-se por volta da meia-noite e meia mas o site FourFourTwo diz que foi muito mais tarde.

A falta de descanso pode ter prejudicado a prestação de Ronaldo. Não marcou golos, falhou um penalti e fez uma falta desnecessária a um jogador iraniano que lhe podia ter dado cartão vermelho.

Ronaldo é muito sensível a barulhos que lhe perturbem o sono. Também reage a preocupações. No Euro 2016, após o empate a zero da selecção nacional frente à Áustria, com o falhanço de uma grande penalidade por parte do avançado português, o seleccionador nacional Fernando Santos comentou: “ele está ansioso e nem dorme”

Numa entrevista a uma televisão espanhola , em Dezembro de 2015, Cristiano Ronaldo confessou que o sono era essencial para a excelência das suas prestações em campo:  “O segredo do meu sucesso é sono, sono e mais sono”. O jogador garantiu mesmo que nalgumas noites “dorme 12 horas” seguidas.

Ronaldo, que representa o Real Madrid, um dos maiores clubes espanhóis, fez na altura questão de mostrar o seu quarto e dizer para as câmaras: “O meu quarto é uma das coisas mais importantes da minha vida. Eu preciso dormir bem  para estar em boas condições físicas “, explicou Ronaldo..

Em Julho de 2015, Cristiano Ronaldo contratou um “personal trainer” do sono, Nick Littlehales, o que demonstra as preocupações do jogador com o seu sono. Nick Littlehales já ajudou outros desportistas a dormir bem, como David Beckham e Gareth Bale.

 

Partilhar: