Luz solar neutraliza luz azul dos computadores

Um estudo da Universidade de Uppsala, na Suécia, da autoria dos neurologistas Christian Benedict e Frida Rångtell sugere que a exposição à luz solar durante o dia pode  combater as perturbações do sono associadas ao uso de dispositivos electrónicos à noite.

A investigação, publicada recentemente na revista Sleep Medicine, envolveu 14 sujeitos, jovens estudantes saudáveis, divididos em dois grupos. Um dos grupos  apanhou luz solar durante o dia, o outro grupo não.

À noite, todos os participantes foram submetidos antes de deitar a actividades com dispositivos electrónicos emissores de luz azul durante duas horas.

Os resultados mostraram que o grupo que apanhou luz solar durante o dia não teve  perturbações no seu sono. Já o grupo que foi privado de luz solar durante o dia, sofreu de distúrbios do sono.

Partilhar: