Mau humor: o pior é o sono interrompido

Theweb Princess

Um estudo recente realizado por investigadores da Johns Hopkins University School of Medicine, em Baltimore, nos EUA, concluiu que indivíduos que acordam muitas vezes durante a noite têm pior humor do que aqueles que se deitam mais tarde e dormem menos horas mas que têm um sono continuado. A investigação, publicada na revista norte-americana Sleep também demonstrou que as pessoas com sono interrompido têm menos tempo de sono profundo, na 3ª fase do sono NREM.

A investigação envolveu 62 indivíduos saudáveis, sem problemas de sono diagnosticados, divididos aleatoriamente em três grupos que dormiram oito horas durante três noites num laboratório científico do sono. O primeiro grupo teve o sono interrompido durante 20 minutos em cada hora de sono e estiveram acordados completamente na oitava hora de sono; já o segundo grupo viu a hora de deitar ser retardada ( o terceiro grupo funcionou como grupo de controlo). O humor de ambos os grupos, com sono interrompido e deitar retardado, piorou após a primeira noite mas ao fim de três dias, o grupo do sono interrompido continuou a mostrar um declínio no estado do humor enquanto este estabilizou no grupo de sono retardado.

Outro estudo da  Universidade de Pittsburgh, também nos EUA, demonstrou que o desempenho cognitivo de um grupo de idosos foi prejudicado quando o seu sono foi interrompido mas não quando dormiam várias horas em contínuo, ainda que escassas.  Uma investigação recente efectuada em Israel também concluiu que uma noite de oito horas de sono fragmentado tem um impacto idêntico no estado do humor e nos mecanismos da atenção equivalente a quatro horas de sono seguidas.

 

Partilhar: