“Não quero viciar-me em remédios”


Os visitantes do iSleep respondem ao barómetro da nossa plataforma digital sobre a qualidade do seu sono.

“Após o nascimento dos filhos, há 24 anos, o sono passou a ser muito leve, frequentemente interrompido e com insónias frequentes. Acordo cansada por micro-despertares e já fiz exames do sono que o revelaram”, diz uma visitante.


“Passo  gaze a noite toda acordada.  Neste mesmo momento são dez para as três da manhã e estou sem sono.  Às vezes amanhece e estou acordada. Depois não tenho disposição  para fazer nada.  Mas não quero viciar-me em remédios”, refere outra visitante.