“Nunca mais voltei a dormir completamente descontraído”

O escritor austríaco Thomas Bernhard dedica à insónia várias páginas do seu livro “Correcção”:  

“Não é anormal para mim, pensei eu, o facto de não conseguir adormecer, pois durante toda a vida tive de lutar com a insónia, se pensar bem, talvez a partir de um certo estado mental, isto é, de uma certa idade, já não tenha uma única vez dormido verdadeiramente bem e muito e inteiramente de uma forma natural num estado descontraído do meu cérebro e do meu corpo. A partir de um certo momento, que foi provavelmente a entrada no estado mental que agora já dura desde há duas décadas, eu chamo-lhe como Roithamer, o meu estado mental inglês, nunca mais pude pensar em conseguir voltar a dormir uma vez completamente descontraído, essa vantagem têm-na outras pessoas muito diferentes, disse eu para comigo, outros caracteres muito diferentes, absolutamente diferentes”

In Thomas Bernhard, Correcção, Fim de Século Lisboa; 2007