“O desconfinamento não pode ser feito de qualquer maneira”

Maria de Belém, ex-ministra da Saúde, fala ao iSleep sobre como dormiu durante o confinamento de há três meses por causa da Pandemia Covid-19.

“Dormi pior, muito preocupada com a situação, acordava depois de poucas horas de sono”.

“Hoje melhorei um pouco mas continuo preocupada. A situação económica é muito complicada. As consequências sociais são terríveis, ao nível do desemprego, da saúde mental, das outras doenças que não o covid que têm sido descuradas, da desestruturação familiar”.    

“Estive de acordo com o confinamento mas penso que o desconfinamento não pode ser feito de qualquer maneira. Não são necessárias conferências de imprensa diárias, onde se fala de mais um morto. É sábido que nos lares, as pessoas vêem muita televisão e isso tem efeitos muito complicados”.