“O sono é o meu superpoder”

Teresa Paiva deu uma entrevista à revista Activa do mês de novembro de 2020. O iSleep publica extractos da mesma.   

“O sono é reparador porque vai equilibrar as funções essenciais da vigília: as funções metabólicas (o equilíbrio das gorduras, dos hidratos de carbono, dasproteínas), a par de todo o equilíbrio hormonal, pois há uma série de hormonas que são produzidas  à noite e que efetivamente vão funcionar de uma forma muito ativa neste equilíbrio”, disse a médica neurologista e especialista em medicina do sono.

“As mulheres têm mais insónias, os homens mais apneia, sonambulismo, transtorno comportamental do sono REM do que as mulheres. E nas mulheres muitas vezes os problemas do sono começam com o nascimento dos filhos, nos homens o problema é mais o trabalho”, acrescentou.

“Agora é tudo hiperativo e tomam medicamentos… não estou a dizer que algumas não precisem, mas há muitas crianças com hiperatividade e agressividade por falta de sono, logo, se as puserem a dormir bem, ficarão bem, não é preciso encharcá-las em remédios”, referiu.

“Foram feitos vários estudos sobre o sono a nível mundial, sobretudo nos países mais ricos — EUA, Alemanha, Japão, Itália — e chegou-se à conclusão de que os custos de dormir pouco equivalem a uma perda em média de 3% do PIB… são valores espantosos que revelam custos enormes que os países também sofrem se a sua população ativa não dorme o suficiente. Eu costumo dizer que o sono é o meu superpoder, na minha idade durmo bem, sem remédios e estou ativa física e intelectualmente”, adiantou.

Partilhar: