Qual o sonho mais comum?

Sonhar que se é  atacado ou perseguido é o sonho mais comum dos norte-americanos segundo um estudo da Escola Teológica de Berkeley, na Califórnia, liderado pelo investigador Kelly  Bulkeley, envolvendo centenas de participantes.

83 por cento dos inquiridos, tanto homens como mulheres, sem prevalência de um dos sexos, revelaram ter este sonho, que pode assumir diversas vertentes. Ser um medo concreto exterior, constituir um desejo reprimido que assume a forma de um receio, reflectir o medo ancestral, adaptativo, que foi muito útil à sobrevivência da espécie humana.

Os sonhos com a escola, os professores e o estudo ocupam o segundo lugar da tabela, com 78% de respostas, aqui com forte prevalência das mulheres (85%-71%). Muitos dos participantes que eram estudantes assinalaram este sonho.

Os sonhos eróticos ficaram na terceira posição, aqui com uma forte prevalência masculina (85%-58%). A dúvida que fica, segundo os investigadores, é se os homens têm naturalmente mais sonhos eróticos ou se por uma questão cultural as mulheres têm tendência a reprimir a sua verbalização.

Por último, os sonhos com quedas (71%) são muito mais frequentes do que voar (48%), com valores semelhantes para homens e mulheres.

 

 

Partilhar: