“Quando é para acordar é para acordar mesmo”

 

Fonte: TDM

Fonte: TDM

“Quando estamos bem o normal é acordarmos espontaneamente” disse Teresa Paiva, neurologista e especialista em medicina do sono em declarações esta semana ao Diário de Notícias on line.

Teresa Paiva desaconselhou o uso do despertador e ainda mais a opção snooze. “Mais 20 minutos de sono são fantásticos, e deve-se dormir o máximo possível, mas quando é para acordar é para acordar mesmo. Se não acorda é porque não dorme o suficiente ou tem algum problema de sono”, explicou.

A especialista do sono deixou ao DN on line algumas dicas para dormir melhor à noite e acordar sem sentir falta daqueles 5 ou 10 minutos extra. O mais importante é “dormir tudo o que precisa de dormir”. Teresa Paiva compara o corpo humano ao planeta Terra e afirma que “quando há exaustão dos recursos há problemas graves”.

Evitar “tarefas heróicas” à noite e de manhã também é importante, segundo Teresa Paiva. Atividades que puxem demasiado pelo corpo ou pela mente são contra indicadas. A especialista  do sono aconselha ainda a “respeitar o corpo”, o que inclui não ignorar os sinais de cansaço ou de problemas de sono de cada um.

Pode ler o artigo na íntegra no seguinte endereço electrónico:

http://www.dn.pt/sociedade/interior/os-cinco-minutos-a-mais-que-podem-estragar-o-seu-dia-4985925.html