“Tenho saudades de me deitar e dormir logo”

Os visitantes do iSleep respondem ao barómetro da nossa plataforma digital sobre a qualidade do seu sono.  

“Passei meses e meses a dormir duas a três horas. Acordava por tudo e por nada,  até com uma mosca. Levantava-me mais cansada do que quando me deitava. Tinha muitos sonhos pesados. Até que consulteu um psiquiatra, que me receitou o Rivotril. Hoje durmo mais ou menos seis horas mas sinto que já   habituei o organismo ao medicamento e não consigo deixar de tomá-lo.  A minha mãe também sofria do mesmo problema. Há anos atrás dormia oito a dez horas seguidas”, diz uma visitante.

“Durmo muito  mal, com dificuldades em adormecer. Tenho saudades de deitar-me e dormir logo e acordar bem disposta com adrenalina”, refere outra visitante.